sábado, 8 de novembro de 2014

OS MUROS DE JERUSALEM E OS MUROS DE CONSTANTINÓPLA


No passado se alguém tinha como objetivo fazer uma cidade segura, logo se pensava em um novo muro, ou mesmo, a construção de um muro que garantisse a segurança das pessoas. Temos um exemplo maravilhoso do passado que poucas pessoas ligadas a assuntos religiosos nunca esquecem.
Afinal de contas, se trata de uma profecia bíblica para reconstrução ou construção de um muro que estava parcialmente ou totalmente destruído.  Esta cidade era Jerusalém. Com o início do cativeiro Babilônico 538 antes de Cristo, a cidade de Jerusalém foi se tornando uma cidade cada vez mais perigosa com o tempo, os muros que circuncidavam a cidade estavam destruídos.

Temos outra cidade que me chamou a atenção chamada Constantinopla ( NOVA ROMA) como ficou conhecida.

Em 408, no início do reinado do imperador Teodósio II ,a construção de uma nova muralha, cidade de Constantinopla, cerca de 1.500 metros a oeste da antiga. O novo muro ficou conhecido como o Muro de Teodósio, sendo concluída em 413. O muro se estendia por 6,5 quilômetros entre o mar de Mármara e o subúrbio de Blaquerna perto do Corno de Ouro. O muro quase dobrou o tamanho da cidade, um feito para que J. B. Bury chame-o de "em certo sentido, o segundo fundador de Constantinopla".

Vou deixar você analisar as linhas do tempo.

[






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço desde já pelo seu comentário, positivo ou critico.